terça-feira, 11 de março de 2008
partir andar
"ilusão achar que todo mundo vai ficar junto pra sempre", disse eu há mais ou menos uma semana, para um amigo que foi morar em outro estado. é cada um fazendo sua história. encontros e despedidas.

na minha infância era tudo perfeito: amigos e família, praticamente todos por perto. e aos poucos, algumas pessoas essenciais foram se distanciando. no sentido literal, porque - por mais clichê que pareça - ficam perto de mim, nos meus pensamentos, sempre.

a lu é um exemplo clássico. nos conhecemos com 6 anos, convivemos intensamente até os 7 e ela foi pra porto alegre. éramos pequenas pra saber o que era uma amizade verdadeira, por isso a nossa história é interessante. através de cartas (depois substituídas por e-mails), telefonemas e eventuais visitas, crescemos, aprendemos, caímos e vivemos juntas. separadas, mas juntas.

a bel é outro exemplo. amiga de infância, convivência por mais tempo e a mudança ainda pra mais longe. corações apertados e choros incontidos...

henrique. meu amigo, meu irmão, meu parceiro de patinar no gelo, de tomar porre, de ver criança esperança debaixo da coberta e com várias colheradas de negrinho. mais longe ainda.

meus primos, marina e miguel. de uma hora pra outra, não tinha mais mesa cheia aos domingos nem alguém me chamando de princesa.

sorte minha que os vínculos continuam intactos.

e existe a melhor parte: o reencontro. a sensação de poder passar um fim de semana inteiro de neologismos com a lu, a vontade que seja "amanhã" logo porque a bel vem e fica um mês direto, o frio na barriga de ir visitar o henrique que veio pras festas de fim de ano, o desejo de que chegue a hora de ir buscar a família na rodoviária.

aí, enfim, contar histórias novas, repetir histórias velhas e manter a chama acesa.
posted by L. @ 07:46  
2 Comments:
  • At 12 de março de 2008 20:28, Blogger ...:marina:... said…

    primos pra sempre... amor constante... saudade presente... mas como bem disseste, os vínculos continuam intactos!
    Te amo prima! Adorei que fizeste este blog, assim ficarei mais perto de ti, tentando quebrar a distância que tanto nos aperta o peito...
    Beijos!

     
  • At 13 de março de 2008 08:46, Blogger Luísa Fedrizzi said…

    que lindo é escrever!
    adorei, lucri! lindo o texto, lindas as palavras, lindo o layout do blog. parabéns!
    faço minhas as palavras da marina, ainda mais agora que estou a milhas e milhas (ou "pilhas e pilhas") distante.
    saudade luuuu!
    beijão!

     
Postar um comentário
<< Home
 

ME: luisa tem 22 anos e mora em pelotas. é bióloga, já foi professora e, um dia, será jornalista. é cantora nas horas vagas. apreciadora de vários tipos de arte. tem 4 tatuagens, ama a família e valoriza os amigos. fala alto e come de tudo.

fotolog + youtube + orkut

Passado
Linka
Thanks

isnaini.com
blogger